domingo, 2 de marzo de 2008

EMPRESAS DO IBEX OBTÉM LUCROS RECORDE

As empresas espanholas cotadas no índice Ibex registaram uma subida de 16% nos lucros obtidos em 2007, sendo que o banco Santander lidera a lista. Contudo, no quarto trimestre os resultados desceram, de acordo com a edição de hoje do jornal espanhol "El País" que acrescenta que, ainda assim, o ritmo de crescimento foi mais lento.

BME, a Inmobiliria Colonial, a Red Eléctrica e a Sacyr Vallehermoso ainda não divulgaram os seus números anuais aos investidores.

Este é o quinto ano consecutivo em que as empresas obtém lucros recorde e, no total, as empresas obtiveram lucros de 49.200 milhões de euros, o que representa uma subida de 15,7% face ao montante realizado um ano antes. No entanto, o ritmo de crescimento dos proveitos das empresas abrandou, uma vez que o avanço correspondeu a metade do verificado em 2006 quando subiu 31,2%. O maior abrandamento foi registado no último trimestre do ano.

As vendas das principais empresas espanholas, em 2007, totalizaram os 305.332 milhões de euros, o que equivale a um crescimento de 18,1% comparativamente ao ano anterior.

O mesmo jornal destaca, ainda, a menor ocorrência de ganhos extraordinários, a ausência de compras relevantes que elevassem o perímetro de consolidação e as provisões realizadas por algumas companhias.

O banco Santander mantém a liderança como a empresa que mais lucra ao obter 9.060 milhões de euros, seguido pela Telefónica que lucrou 8.906 milhões de euros e do BBVA que ganhou 6.126 milhões.

Apenas a concessionária Cintra, entre todas as que compõem o "benchmark" espanhol, registou prejuízos de 26 milhões de euros, em 2007.