jueves, 18 de octubre de 2007

Um quinto dos portugueses vive em risco de pobreza

A população residente em Portugal em situação de risco de pobreza era de 19%, no final de 2005, de acordo com os dados hoje divulgados pelo INE. Os idosos e as famílias com três ou mais crianças dependentes apresentavam a taxa de risco de pobreza mais elevada.A população residente em Portugal em situação de risco de pobreza era de 19%, no final de 2005, de acordo com os dados hoje divulgados pelo INE. Os idosos e as famílias com três ou mais crianças dependentes apresentavam a taxa de risco de pobreza mais elevada.De acordo com o Inquérito às Condições de Vida e Rendimento (EU-SILC) realizado em 2005, aproximadamente 1/5 da população residente em Portugal vivia em risco de pobreza. Esta percentagem corresponde a uma queda face à taxa de 20% registada no inquérito relativo a 2004.Este valor correspondia à proporção dos habitantes com rendimentos anuais por adulto equivalente inferiores a 4.321 euros no ano anterior (cerca de 360 euors por mês). Este limiar, ou linha de pobreza relativa corresponde a 60% da mediana da distribuição dos rendimentos monetários líquidos equivalentes relativos a 2004.Os idosos (65 e mais anos) e os menores de 16 anos registavam as taxas de pobreza relativa mais elevadas, respectivamente 28% e 23%. O grupo etário de 25 a 49 anos apresentava a menor proporção de pessoas que viviam abaixo da linha de pobreza, com 15%.