jueves, 19 de julio de 2007

Particulares já representam 40% das ordens de bolsa

A bolsa está a conquistar os portugueses. O peso dos investidores particulares nas ordens registadas na Euronext Lisbon não pára de crescer.
As estatísticas da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) mostram que os investidores particulares representaram em Junho 40% do volume de ordens efectuadas sobre acções na Euronext Lisbon, sendo. Mas o que está a cativar os pequenos investidores para o mercado de capitais português? Dois factores principais: a valorização consecutiva das acções nacionais e a entrada em bolsa de novas empresas.
No espaço de um ano, o volume de ordens efectuadas sobre acções pelos investidores portugueses não institucionais disparou 61,99%. Passaram de 15,55 mil milhões de euros no primeiro semestre de 2006, para mais de 25,19 mil milhões no semestre que terminou em Junho último. O maior peso do retalho nacional também se sentiu nas transacções de outros activos, como títulos de dívida pública e privada, e warrants.